Estudar alemão na Alemanha

8 set

Olá, tudo bem com vocês?

No post de hoje vou dar continuidade a saga Alemanha 2015 e explicar um pouco mais sobre o curso que fui fazer. Quando decidi fazer curso de alemão na Alemanha muitas pessoas (inclusive alemães) vieram me perguntar: ué, mas na sua cidade não tem? Hihihi

curso alemão 3

Tem sim, mas sempre que eu tento me inscrever em um curso, algum problema acontece; ou é falta de horários, ou falta de professores, ou os dois ao mesmo tempo. E como expliquei no texto anterior, essa viagem não foi só para fazer o curso, e sim para matar uma curiosidade de infância: saber como vivem os alemães.

Esse curso que eu fiz foi um super intensivo. Não, eu não aprendi toda a língua, que por sinal pode ser beeem complicada, principalmente se você nunca teve contato nenhum com o alemão. O estudo da língua é dividido em módulos que recebem os nomes de a1, a2, b1, b2 e assim por diante. Eu fiz só o a1 (básico do básico).

Estudava de segunda a sexta, das 8:30 até 12:45. Todos os funcionários da escola, incluindo secretárias e professores só falavam com a gente em alemão, então era meio que na marra. No começo eu não entendia bolhufas, mas com o tempo o negócios começou a engrenar e foi meio que por osmose, quando percebi, estava entendendo. Não tudo, óóóóóbvio, mas pelo menos o contexto.

curso alemão 2

Esses cursos são conhecidos como sprachkurs (curso de fala), ou cursos de integração. Como assim integração?

Então, essa é a melhor parte. Na minha sala tinha 20 pessoas, praticamente cada uma de um lugar do mundo. Tinha gente do México, Turquia, Polônia, Quênia, Russia, Kosovo, Eritréia, Cazaquistão, Síria, Argélia, etc. São pessoas que estão se mudando para a Alemanha, que casaram com alemães ou que pediram asilo no país.

curso alemão 5

Para que todas essas pessoas possam morar lá, o governo exige um nível básico de conhecimento da língua, e por isso todos fazem esse curso, que no caso deles (não no meu) foi financiado pelo próprio governo. A duração é de cerca de 7 meses, e o curso abrange do módulo a1 ao c2.

Mas, como foi o meu caso, não é obrigatória a ajuda do governo. Como eu não pretendia morar na Alemanha (por enquanto), eu mesma financiei os custos e fiz como se fosse um curso de língua normal, porém intensivo. Os valores podem variar de instituição para instituição. Eu fiz no Inlingua de Fulda (clique aqui para ver o site) e paguei 420 euros pela apostila e 1 mês de aula. Vale lembrar que a primeira apostila possui conteúdo do módulo a1 e parte do conteúdo do módulo a2.

curso alemão 4

Também não é necessário ser um cidadão alemão, para se inscrever, brasileiros não precisam de visto para a Alemanha se a estadia for de até 3 meses. Assim, você pode estudar durante 3 meses lá.

Se você quiser ficar mais tempo (para estudar), o governo alemão tem algumas facilidades, você pode prolongar a sua estadia, desde que algum alemão assine alguns papéis se dispondo a ficar responsável por você e responder por qualquer coisa que você possa fazer no país. Esse visto dura em média 6 meses, e pode ser renovado até você terminar os estudos.

Tá, não é assim tão fácil, mas é bem menos rígido que na maioria dos países, certo?

Porém, eu indico que antes de se programar para ficar por 6 meses na Alemanha aproveitando a assinatura de um alemão, você se informe com o consulado mais próximo da cidade em que mora. Também é muito importante falar com as autoridades assim que você chegar no país.

curso alemão 1

Mas se você encontrou lá o amor da sua vida, as facilidades são ainda maiores. Diferente de países como EUA, o governo alemão entende que não é fácil organizar um casamento em 3 meses. Transferir e traduzir documentos, e todas as burocracias necessárias para casar, além de preparar a festa (por menor que seja) são coisas que levam tempo. Por isso eles dão uma colher de chá e estendem ainda mais o visto. Nesse caso você pode ficar na Alemanha por até 11 meses.

Porém, é muito importante lembrar, em qualquer um dos casos acima é proibido trabalhar hein. São vistos apenas para estudar ou casar. Depois do casório, aí sim, pode trabalhar a vontade.

Claro, que tudo muda de caso para caso. Por isso, como eu disse antes, é muito importante conversar com o pessoal do consulado e perguntar se o seu caso se enquadra em alguma dessas regalias.

E você, sabe alguma lei que eu não sei? Deixe seu comentário sobre como foi a sua experiência com as leis alemãs.

Obs: esse texto foi escrito com ajuda da Munique Rossoni do blog www.sheoutside.com, brasileira que mora na Alemanha e me abrigou. Os dados foram baseados nas experiências vividas por ela.

Xoxo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Belas Borboletas

Sejam todos bem-vindos :)

Tudo Fashion

© Brazilian Fashion Blogger/ Makeup artist ™✔

Tudo (F)Útil

"Que a beleza do que você ama seja o que você faz." E pensando nisso criamos um blog sobre todas essas coisas que amamos e fazem da nossa vida mais bela.

campo de morangos

Moda e informação para mulheres com cultura!

oticamodelo

Um novo conceito em proteção e beleza para os olhos

%d blogueiros gostam disto: